Reconvexo (Caetano Veloso) Acordes



Cambiar Cifrado: |SOL > G| - |G > SOL|

BAJAR UN TONO BAJAR UN SEMI-TONO SUBIR UN SEMI-TONO SUBIR UN TONO PARTIR PANTALLA EN VERTICAL PARTIR PANTALLA EN VERTICAL ¡Ayuda!
-A
+A
 



D A7 D
Eu sou a chuva que lança a areia do Saara
A7 D A7
Sobre os automóveis de Roma
D A7 D
Eu sou a sereia que dança, a destemida Iara
A7 D D7
Água e folha da Amazônia
G A7 D B7
Eu sou a sombra da voz da matriarca da Roma Negra
Em A7 D D7
Você não me pega, você nem chega a me ver
G A7 Bm
Meu som te cega, careta, quem é você?
Em A7 D D7
Que não sentiu o suingue de Henri Salvador
Em A7 D D7
Que não seguiu o Olodum balançando o Pelô
Em A7 D D7
E que não riu com a risada de Andy Warhol
Em A7
Que não, que não, e nem disse que não

D A7 D
Eu sou o preto norte-americano forte com um brinco de
A7 D A7
Ouro na orelha
D A7
Eu sou a flor da primeira música,
D A7 D D7
A mais velha e mas nova espada e seu corte
G A7 D B7
Eu sou o cheiro dos livros desesperados, sou Gitá, Gogoya
Em A7 D D7
Seu olho me olha, mas não me pode alcançar
G7 A7 Bm
Não tenho escolha, careta, vou descartar
Em A7 D D7
Quem não rezou a novena de Dona Canô
Em A7 D D7
Quem não seguiu o mendigo Joãozinho Beija-Flor
Em A7 D D7
Quem não amou a elegância sutil de Bobô
Em G A7 D
Quem não é recôncavo e nem pode ser reconvexo D A7 D
Eu sou a chuva que lança a areia do Saara
A7 D A7
Sobre os automóveis de Roma
D A7 D
Eu sou a sereia que dança, a destemida Iara
A7 D D7
Água e folha da Amazônia
G A7 D B7
Eu sou a sombra da voz da matriarca da Roma Negra
Em A7 D D7
Você não me pega, você nem chega a me ver
G A7 Bm
Meu som te cega, careta, quem é você?
Em A7 D D7
Que não sentiu o suingue de Henri Salvador
Em A7 D D7
Que não seguiu o Olodum balançando o Pelô
Em A7 D D7
E que não riu com a risada de Andy Warhol
Em A7
Que não, que não, e nem disse que não

D A7 D
Eu sou o preto norte-americano forte com um brinco de
A7 D A7
Ouro na orelha
D A7
Eu sou a flor da primeira música,
D A7 D D7
A mais velha e mas nova espada e seu corte
G A7 D B7
Eu sou o cheiro dos livros desesperados, sou Gitá, Gogoya
Em A7 D D7
Seu olho me olha, mas não me pode alcançar
G7 A7 Bm
Não tenho escolha, careta, vou descartar
Em A7 D D7
Quem não rezou a novena de Dona Canô
Em A7 D D7
Quem não seguiu o mendigo Joãozinho Beija-Flor
Em A7 D D7
Quem não amou a elegância sutil de Bobô
Em G A7 D
Quem não é recôncavo e nem pode ser reconvexo





Primero en #AcordesWeb.com


¡Siguiente!

Toca una Canción al Azar de Caetano Veloso

Inicia Sesión para guardar
esta versión como favorita

DESCARGAS:
Descargar
(Reconvexo.pdf)


Aún no hay comentarios, ¡escribe el primero!

Escribe un comentario o pregunta sobre esta canción:






Más canciones de Caetano Veloso

Fina Estampa
Moza
Baby
Sampa
Todo Homem
Voce nao me ensinou a te esqueser
London London
Quando o galo cantou
Boas-vindas
O Leaozinho
Tonada de la luna llena
Luna Rossa
A luz de Tieta
A Filha Da Chiquita Bacana
O império da lei
Sorte
Dom de iludir
Un vestido y un amor (Te vi)
Un vestido y un amor
A Ra

Siguiente


ABRIR ACORDES

Nuestro servidor se demoró 0.97 segundos en generar esta página. La velocidad Justa!